segunda-feira, 8 de agosto de 2011

por onde andará hayan rúbia


em missão especial encomendada pelo Portal Fulinaíma, federico baudelaire passou os últimos 2 meses em brasília pesquisando a as aventuras da misteriosa hayan rúbia, que segundo lília diniz, a poeta mineira estaria ensaiando poemas no curso de pós graduação de teatro da UNB. Mas outras fontes informam também, que a viram em aulas de história nas escolas de taguatinga em cia de federika bezerra.

federico afirma que hayn rúbia foi vista no palácio do planalto no momento exato que a presidente assinava a demissão do sinistro jobim, e blasfemava no senado contra as últimas declarações de josé sarney. na bilioteca nacional ela se inscreveu para a bienal de poesia de brasília, onde irá entregar uma cópia da fita cassete gravada por samaral no palácio do catete no verão de 1992 logo depois da cassação do presidente collor.

federico baudelaire informa ainda que em cia de pastor de andrade, federica assistiu a última sessão extraordinária na câmara dos deputados onde começa a ser discutido o projeto do senador eduardo azeredo sobre o AI-5 digital. logo em seguida ela teria pego um jatinho particular para o rio grande do sul e ana alice afirma que desde outubro de 2010 tem aparecido no bar dois coqueiros uma mulhe estranha, que depois de duas garrafas de vinho tinto, começa a falar poesia na calçada, transformando os dois coqueiros no bar mais badalado da cidade gaúcha de bento gonçalves.

ana alice relata a federico que um dos poetas mais falado por hyan rúbia é o piauiense  torquato neto, e o seu poema preferido é todo dia é dia D. lá em bento gonçalves mesmo o poeta paraense renato gusmão teria afirmado que hyan rúbia costumava pegar uma balsa no aero porto de belém indo em diereção a são luís do maranhão ao encontro do jornalista zema ribeiro e do poeta celso borges o último entrevistado do artur gomes no blog entre/vistas.

mas segundo relato do próprio  federico hyan rúbia teria sido vista a semana passada em campos dos goytacazes linda e sexy caminhando distraída na av. pelinca em direção a pracinha 5 de julho quando foi pega pela câmera nervosa do poeta campista e em frente ao senai desapareceu mais uma vez misteriosamente.

veja vídeo ao lado

Nenhum comentário:

Postar um comentário